22/09/2015

Resenha | The 5th Wave (Rick Yancey)


Oi, gente! Eu finalmente acabei de ler The 5th Wave e vim fazer uma resenha pra vocês :)



The 5th Wave (The 5th Wave #1) by Rick Yancey

Hardcover, 457 pages
Published May 7th 2013 by G.P. Putnam's Sons Books for Young Readers (first published January 1st 2013)
ISBN: 0399162410
Edição brasileira: A Quinta Onda (A Quinta Onda #1) by Rick Yancey
Tradução: Edite Siegert Sciulli
ISBN-10: 8539506645
Ano: 2013 / Páginas: 368
Idioma: português
Editora: Fundamento

Sinopse: Depois da primeira onda, só restou a escuridão. Depois da segunda onda, somente os que tiveram sorte sobreviveram. Depois da terceira onda, somente os que não tiveram sorte sobreviveram. Depois da quarta onda, só há uma regra: não confie em ninguém. Agora inicia-se A QUINTA ONDA. No alvorecer da quinta onda, em um trecho isolado da rodovia, Cassie foge deles. Os seres que parecem humanos, que andam pelo campo matando qualquer um. Que dispersaram os últimos sobreviventes da Terra. Cassie acredita que, estar sozinho é estar vivo, até que conhece Evan Walker. Sedutor e misterioso, Evan Walker pode ser a única esperança de Cassie para resgatar seu irmão — ou até a si mesma. Mas Cassie deve escolher entre a esperança e o desespero, entre a rebeldia e a entrega, entre a vida e a morte. Entre desistir ou contra atacar.

Fazia muito tempo que eu queria ler esse livro, mas quando saiu o trailer do filme, acabou me animando! Eu li a versão em inglês, por isso que coloquei as informações da edição americana também.

Confesso que no começo do livro eu fiquei meio decepcionada. A primeira metade foi um pouco arrastada, devo dizer. Achamos que a Cassie vai ser a estrela do livro, que vamos ver ela lutar o livro inteiro contra os Outros. Mas isso não acontece. Metade do livro ela acaba impossibilitada até de andar. Acabou que o Ben Parish (ou Zombie) me chamou muito mais atenção.

O que me moveu nesse livro é a luta da Cassie para resgatar Sammy, seu irmão, tudo que ela faz pra cumprir sua promessa de encontrar ele. Ela arrisca a vida dela de diversas maneiras para isso. Apesar de ela ficar incapacitada na primeira metade do livro, tudo é compensado na outra metade, porque acabamos vendo ela em ação. Mas eu digo que Parish foi a grande "estrela", porque as dificuldades dele são bem maiores, e podemos acompanhar seu processo de "transformação". 

Algo que não me agradou muito foi o número de POVs que o autor colocou. A cada tantos capítulos, é aberta uma nova "seção" onde encontramos um novo POV. Eu sou meio contra utilizar mais de dois POVs em um livro, porque isso pode deixar o leitor bem confuso, como me deixou. Ainda mais que não tinha nada indicando em que visão estava a cada momento, tinhamos que ir descobrindo pela narrativa. Outro ponto negativo é que de acordo com a pessoa, as vezes o autor mudava da primeira pessoa para a terceira pessoa, o que também confude muito, e não é nem um pouco agradável numa narrativa contínua. 

Apesar desses detalhes de escrita, a históra compensa, principalmente a segunda metade da história (como já mencionei). Algumas partes você acaba não entendendo ou achando algumas explicações rídiculas, mas de acordo com que avança no livro, você entende tudo o que estava questionando, e acredito que Yancey fez um trabalho bom nessa parte.

Considerando tudo isso, minha nota para o livro é: (3.5/5 estrelas)



Nenhum comentário:

Postar um comentário